quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Eu não quero morrer!

"Eu não quero ficar doente de novo! Eu não quero morrer! Eu quero viver! Ô vida, será que é pedir demais? Eu não posso ter descanso?"
Eu quero rotina, eu quero chatice, eu quero monotonia, eu quero qualquer coisa que não me lembre hospital, nem exames, nem quimioterapia, nem nada que me faça mal. Nem nada que lembre do câncer.
Semana passada perdi uma amiga (entre tantas que já foram) porque o linfoma dela depois de um tempo em remissão se transformou em leucemia e aí, o corpo não aguentou.
Fico triste por ela, tão jovem, tão cheia de vida e sonhos.. e eu? Eu também. Não quero perder a melhor fase da minha vida pra uma doença tão injusta.
 
Eu tenho mais medo que a doença volte do que qualquer outra coisa. Não por medo de enfrentá-la, mas por saber que vai começar tudo novamente e, sinceramente, não quero mais isso. Foi um momento de muito aprendizagem, mas chega. 

Amanhã é dia de consulta e exames. Não vai dar nada neles.

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Notícias sobre mim

Oi, gente! Como vocês estão? Eu sei, eu sei,, faz tempo que eu não escrevo, mas sabe o que é? É que tem me sobrado tanto tempo pra dormir no geladinho, pra dar beijos infindáveis e fazer viagens incríveis que quando penso no blog, já fecho os meus olhos de cansaço e só me lembro no dia seguinte. E assim, depois de várias dias seguintes, separei este dia pra escrever um pouco.

Bom, eu vou muito bem, obrigada. Tenho aproveitado bastante essas férias. Passei o carnaval no Rio e odiei. (Acho que o meu espírito de camponesa fala mais alto nesse momento). Fiquei a maioria do tempo na casa do meu namorado (sim! eu tenho um namorado e ele é um amor comigo e vive se preocupando comigo, foi comigo no dia da retirada do cateter e depois disso ficou impossível ficar longe dele). Foi uma delícia ter assistido alguns filmes com ele e engordar com todos os mimos que meu sogro fez pra eu comer.

Ah, eu tô curtindo porque a partir de semana que vem é foco na monografia que está chegando e nas aulas dos meus alunos de filosofia. Percebo que a vida tá andando pra frente, mesmo com todas as dificuldades que tenho enfrentado. 

Tenho consulta bem no comecinho de março. Outra vez perdi a solicitação do exame de sangue. Não sei como consigo perder esse exame toda vez que tenho consulta. O corpo anda bem. Nenhum nódulo, nenhuma indisposição (apenas preguiça em excesso), nada de ruim. E vai continuar assim. Volto pra dar notícias.